Slider

Fávero propõe criação da procuradoria de Mulheres na Câmara de Ascurra

Por Judson Lima

ASCURRA – O vereador Presidente da Câmara de Vereadores de Ascurra, Juninho Fávero, protocolou na sessão desta segunda-feira (15), Projeto de Lei que dispõe sobre a criação da procuradoria de Mulheres no âmbito da Câmara Municipal de Ascurra.

Em sua justificativa o parlamentar cita que a Procuradoria da mulher, já foi criada em todas as esferas de governo, e tem o objetivo de zelar pela participação mais efetiva das mulheres nos órgãos públicos e, especialmente, nas atividades da Câmara.

A Procuradoria da Mulher no âmbito da Câmara de Vereadores de Ascurra poderá promover cursos, pesquisas, seminários, palestras e estudos, em especial sobre violência e discriminação contra a mulher, bem como, trabalhar acerca de seu déficit de representação na política, cooperar com organismos municipais, estaduais, nacionais e até internacionais, públicos e privados, voltados a implantação de políticas públicas para as mulheres.

O vereador Juninho ainda refletiu que em 58 anos de município, Ascurra contou com apenas 5 mulheres no Legislativo; Sendo Sra. Iraci Viviani,
Sra. Shirlei Fávero, Sra. Rosângela Debarba que está em segundo mandato
Sra. Margarete Bazanela e Sra. Patrícia Nunes Bassani.

Vereador Juninho Favero

O parlamentar reiterou que “essas mulheres são a história do nosso município, se colocaram à disposição da municipalidade, enfrentaram um ambiente que desde mais remota história era ambiente totalmente masculino e devem sim, e cada vez mais, buscar e zelar pelas melhores proposituras e promoção do direito das mulheres”.

“A verdade é uma: homens e mulheres devem construir juntos! Essa procuradoria deve proporcionar maior fala e atividades com a visão feminina e orientar políticas públicas acerca das necessidades das mulheres de Ascurra.”, finalizou o presidente da Câmara.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.