Facebook retira do ar páginas de fake news e atinge o MBL

POLÍTICA – Diante de uma anunciada estratégia para o combate ao compartilhamento de notícias falsas nas eleições brasileiras, o Facebook retirou do ar nesta quarta-feira (25) uma rede de perfis utilizados para disseminar desinformação. As páginas e as contas eram ligadas ao Movimento Brasil Livre (MBL).

O episódio foi revelado pela agência de notícias Reuters. Em comunicado, o Facebook informou que desativou 196 páginas e 87 contas no Brasil por participarem de “uma rede coordenada que se ocultava com o uso de contas falsas no Facebook e escondia das pessoas a natureza e a origem de seu conteúdo com o propósito de gerar divisão e espalhar desinformação”.

Oficialmente, não foram divulgados os nomes das páginas e dos perfis desativados que, segundo a Reuters, somavam mais de 500 mil seguidores e compartilhavam conteúdo sensacionalista relacionado à política. A agência de notícias apurou que as páginas Jornalivre e O Diário Nacional estão entre as envolvidas.

Pelas redes sociais, o MBL negou o compartilhamento de notícias falsas e cobrou explicações da rede social. Em nota, o movimento disse que “muitas dessas contas possuíam dados biográficos estritos”, sendo “absurda a acusação de que se tratavam de contas falsas”.

“Não bastasse isso, o Facebook também desativou algumas páginas de alcance nacional, as quais, somando meio milhão de seguidores, entre informar e divulgar ideias liberais e conservadoras — o que não é crime —, também exerciam o importante papel de denunciar as ‘fake news’ da grande mídia brasileira”, completou o comunicado do grupo.

Conforme o Facebook, os perfis foram desativados após uma “rigorosa investigação”. Desde as últimas eleições norte-americanas, a empresa vem enfrentando pressão internacional para combater notícias falsas. No ano passado, reconheceu que a plataforma foi usada para  “operações de informação” que influenciaram a opinião pública na disputa presidencial de 2016 nos Estados Unidos.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.