A notícia além do olhar técnico!

Ex-prefeito Pegoretti pagou fiança de R$ 10 mil reais e foi solto

Segundo o Delegado da Polícia Civil de Ascurra, Ronnie Reis Esteves, as investigações iniciaram porque o ex-prefeito supostamente estava utilizando o revólver para ameaçar uma pessoa

INDAIAL – Carlos Alberto Pegoretti, ex-prefeito de Rodeio, que foi preso no inicio da tarde desta quarta-feira (31), por crime de porte ilegal de arma de fogo e ameaça, foi solto após pagar fiança de R$ 10 mil reais na Delegacia de Indaial.

Segundo o Delegado da Polícia Civil de Ascurra, Ronnie Reis Esteves, as investigações iniciaram porque o ex-prefeito supostamente estava utilizando o revólver para ameaçar uma pessoa com a qual possuí uma desavença cível , inclusive ao longo da investigação foi comprovado que o investigado usou a arma para intimidar a vítima, bem como que apontou a arma para a vítima e seu funcionário dentro de um estabelecimento comercial em Rodeio, diante dos fatos foi representado junto ao poder judiciário da Comarca de Ascurra pelo mandado de busca e apreensão deferido hoje pela justiça.

Agentes da Polícia Civil estiveram na residência de Pegoretti na Rua João Fava no Centro de Rodeio, mas nada de ilícito foi encontrado. Já em Indaial, durante verificação no Posto de Combustível de propriedade do ex-prefeito, ele foi abordado em seu automóvel e foi encontrado um revólver, calibre 38, com 06 seis munições no tambor pronto para ser utilizado e ainda dez munições de calibre 38 e um coldre de tecido possivelmente utilizado para portar o revólver apreendido pelos policiais civis e um registro de arma de fogo vencido há pelo menos seis anos.

Ele foi preso e conduzido à delegacia, para lavratura do Auto de Prisão em Flagrante e após realizados os procedimentos e como se trata de crime afiançável com pena de até quatro anos, foi arbitrada o valor de R$ 10 mil reais, que foram pagos e processado a soltura de Carlos Alberto Pegoretti que aguardará o andamento do processo penal em liberdade.

Em contato com a reportagem, o ex-prefeito Pegoretti disse que já foi vítima de invertida de bandidos, seja em seu sítio ou em local de trabalho, por isso tem uma arma para se proteger da marginalidade, e que sobre as acusações proferidas a ele, vai provar sua inocência no decorrer do processo perante a justiça.

Por Judson Lima

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.