IMG-20210628-WA0344
UNIMED---50-anos
Banner Indaial
1200 x 100 (3)
PlayPause
previous arrow
next arrow

Envolvidos em caso de adultério em Timbó, afirmam que jovem morto invadiu a casa de pintor armado, diz delegado

Por Judson Lima

gulamania
1200 x 100 (2)
PlayPause
previous arrow
next arrow

TIMBÓ – Os depoimentos da jovem de 17 anos e de Pedro Henrique de 24 anos, flagrados em caso de adultério, dentro da casa por Bruno dos Santos de 21 anos,  descreveram que o jovem morto, Gabriel dos Santos Oliveira, natural do estado do Pará, invadiu a casa do pintor, armado com a enxada para tentar tirar satisfação sobre os golpes de faca desferidos contra Pedro Henrique, a informação foi divulgada pelo Delegado Romildo Parno, que colheu o depoimento dos adúlteros na Delegacia de Indaial, para onde foi encaminhado o flagrante, mas o crime ocorreu na segunda-feira (26) no bairro Imigrantes em Timbó.

Após serem flagrados pelo pintor, cometendo traição e nus, houve luta e Bruno feriu Pedro Henrique com faca, mesmo ferido Henrique conseguiu sair da casa, já na Rua, encontrou Gabriel dos Santos Oliveira, ao saber do ocorrido, Gabriel se armou com a enxada, invadiu a casa do pintor para matar Bruno, segundo depoimento dado pelos envolvidos. O delegado ainda afirmou que Bruno dos Santos, foi o único que não se pronunciou sobre o caso.

O juiz da Comarca de Timbó converteu a prisão flagrante de Bruno dos Santos em detenção preventiva, ele estava preso na Delegacia de Indaial e deverá ser encaminhado para o Presidio, onde aguardará a condução do inquérito.

A advogada de defesa Ana Lídia Araújo já ingressou com pedido de liberdade provisória do pintor, pontuando que ele não tem antecedentes criminais, é uma pessoa de boa índole, e foi levado a usar de legitima defesa contra a invasão de sua casa por parte do jovem, que ferido foi levado ao hospital Oase, onde morreu.

Acompanha a entrevista do Delegado Romildo Parno com a versão apresentada pelos envolvidos aqui.   

 

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.