A notícia além do olhar técnico!

Em meio a protestos e indiciado por crime de furto, Fink reassume Câmara de Vereadores

Fink retorna na sessão desta segunda-feira (23)

INDAIAL – Em meio a um levante de descontentamento e protestos nas mídias sociais dos indaialenses e indiciado pelo crime de furto ao Supermercado BIG de Balneário Camboriú, o vereador Antônio Carlos Fink (PSDB) reassume seu posto na Câmara de Vereadores de Indaial.

Foto:MPSC

Fink que foi preso em flagrante com vários objetos e posteriormente indiciado pelo promotor José de Jesus Wagner que subscreveu “o denunciado (Fink), de forma livre e consciente, subtraiu, para si, coisas alheias móveis; e, ainda, iniciou a subtração, de coisas alheias móveis, cuja consumação apenas não ocorreu por circunstâncias alheias à sua vontade, em continuidade delitiva”.

Alheios aos apelos da população , os vereadores que não montaram nem mesmo uma comissão para avaliar a conduta de Fink , pois, a prisão por si só e o crime de furto se configura quebra de decoro parlamentar , permanecem deitados em berço esplêndido, claro, embrulhado nas famigeradas leis que regem o parlamento e dão brecha para permanência de aberrações como esta Brasil afora.

Hoje, o sentimento do indaialense, com o retorno de Antônio Carlos Fink a Câmara, já indiciado pelo crime de furto, é como se todos os eleitores munícipes fizessem parte de uma peça teatral baseada na fábula de “Ali Babá e os Quarenta Ladrões”, a história baseada na Arábia pré-islâmica, é muito conhecida, resta saber quem é Ali Babá, Qassem, Morjana, o Sapateiro e os ladrões.

A pergunta agora é, Fink, vai permanecer na presidência da Augusta Casa? Vai pedir afastamento? Ele prolongar licença para tratamento de saúde?, ou segue a vida pública normalmente.

 

Por Judson Lima 

 

Foto:MPSC

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.