Slider

Educação promove até dia 12 formação continuada para profissionais da rede estadual

Por Judson Lima

SANTA CATARINA– O ano letivo para os profissionais da rede estadual de educação começou na quarta-feira, 3, com a realização simultânea em todas as regiões do Estado da Formação Continuada 2021. A meta da Secretaria de Estado da Educação (SED) é, até o dia 12 de fevereiro, promover o curso para cerca de 40 mil profissionais da rede de ensino. Entre os temas que serão abordados estão: planejamento, formas de avaliação e metodologias, além do Plano de Contingência (PlanCon Edu) que norteará o retorno às aulas presenciais em Santa Catarina em 2021.

Com duração de 64 horas, a programação do curso foi incluída em um site, que apresenta vídeos, textos e subsídios para que a gestão de cada escola da rede trabalhe a partir do seu contexto. Cada unidade pode escolher se trabalha os temas presencialmente na escola, respeitando as diretrizes de segurança, ou com os professores acompanhando os conteúdos de maneira remota.

O principal objetivo da formação é ofertar subsídios para a continuidade curricular de 2020/2021, impactada pela suspensão das aulas presenciais em virtude da pandemia de Covid-19. As atividades com os alunos da rede estadual começam dia 18 de fevereiro. Saiba mais informações sobre os modelos de retorno às atividades aqui.

Engajamento dos professores

A Escola de Educação Básica Senador Renato Ramos da Silva, em Palhoça, realizou o primeiro dia da formação de forma presencial com seus 47 professores. O pátio coberto da escola foi adaptado com cadeiras distanciadas e recebeu os profissionais para as primeiras orientações. De acordo com a gestora Cristiane Quadros, a unidade atende apenas Ensino Fundamental e conta com cerca de 1.300 alunos matriculados em 47 turmas neste ano letivo.

A formação continuada é essencial para o engajamento dos profissionais em um ano letivo desafiador. Essa é a opinião da professora de anos iniciais Nara Izabel Oliveira: “Neste ano em que nos sentimos inseguros e ansiosos com o retorno à escola, a formação é uma necessidade para garantir a segurança de todos, conhecer, estar atento e pôr em prática todos os regramentos sanitários indispensáveis a esse retorno. Em especial este novo modelo de escola, que passa a ser mais um desafio que enfrentaremos”.

A ansiedade diante do início de um ano letivo atípico, devido à pandemia, é um sentimento que permeia os profissionais, como afirma a professora de Língua Portuguesa, Cilene Pereira Martins de Espíndola: “Estou ansiosa porque haverá mudanças na rotina escolar, que exigem cuidados redobrados, para garantir a saúde e segurança da comunidade escolar. A formação promovida oportuniza sanar as dúvidas e anseios. O sucesso desse retorno depende do comprometimento de todos na observação das regras do plano de contingência”.

Estudo das diretrizes sanitárias para Educação

Um dos principais temas abordados na formação é o Plancon Edu, que detalha as diretrizes para o retorno das atividades presenciais com segurança. O documento foi desenvolvido no ano passado, com as autoridades de Saúde, Defesa Civil e em parceria com o Ministério Público de Santa Catarina, o Tribunal de Contas do Estado e os municípios. O Plano traz orientações e procedimentos para as mais diversas atividades escolares, desde a recepção do aluno até a logística de alimentação e transporte escolar, entre outros temas.

Simulações de contextos escolares

Ao longo da formação, as habilidades emocionais serão abordadas e associadas à simulação de situações no contexto da escola para deixar os profissionais de educação mais seguros de como proceder.

A abordagem do tema será realizada pelo Núcleo de Educação e Prevenção às Violências na Escola em parceria com a Defesa Civil e conta com uma palestra de Antônia Benedita Teixeira, especialista em Psicodrama Socioeducacional.

Papel do educador na e pós pandemia

A programação inclui ainda uma palestra sobre o “Papel do educador na e pós pandemia”, com o professor David Rodriges, Conselheiro Nacional de Educação em Portugal e doutor em Educação pela Universidade Técnica de Lisboa. A live será transmitida pelo canal do Youtube da SED no dia 8 de fevereiro, a partir das 8h30.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.