Comerciante nega ter furtado R$ 2 mil de crianças no Centro de Blumenau

(Fonte:OMunicipioBlumenau/Foto:Ilustrativa)

BLUMENAU – A Polícia Civil encaminhou à Justiça o inquérito sobre o homem que teria furtado R$ 2 mil de duas crianças em frente a uma loja na rua São José, no Centro. Agora, o Ministério Público definirá se há elementos para apresentar denúncia, se arquiva o processo ou pede novas diligências.

De acordo com a comerciante Rafaeli Prado, a história é diferente do que a família teria relatado aos policiais. O homem de 32 anos que foi preso é marido dela: Odair Prado. Segundo Rafaeli, os pequenos encontraram R$ 1,3 mil próximo à loja onde ela trabalha, na rua São José, entre 12h e 13h desta segunda-feira, 29.

“O meu marido apareceu na porta e disse: ‘olha o que os meninos encontraram no chão’. Eu liguei para a Polícia Militar, mas eles disseram que ‘achado não é roubado’”, relata.

Odair então entregou às crianças R$ 300 dos R$ 1,3 mil que teriam sido achados. A família alega que um deles estava com R$ 2 mil no bolso da calça. Ainda segundo Rafaeli, funcionários da escola onde os meninos estudam estranharam o fato de eles estarem com R$ 300 e ligaram para os responsáveis.

A família dos estudantes foi até a loja e acusou o homem de furto. Rafaeli diz que chamou a PM e tentou esclarecer a confusão, devolvendo os R$ 1 mil. Mesmo assim o marido foi levado à delegacia e teve de pagar fiança de R$ 950.

De acordo com o delegado Rodrigo Raitez, que atendeu a ocorrência, o dinheiro foi entregue à família dos alunos. Rafaeli conta que já procurou um advogado para ajudar a esclarecer o ocorrido.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here