Slider

Comarca de Blumenau retoma pauta do júri popular nesta quinta com crime de feminicídio

Por Judson Lima

BLUMENAU – A comarca de Blumenau retoma nesta quinta-feira (21/01) sua pauta de julgamentos em sessões do Tribunal do Júri. Serão dois julgamentos neste mês – o próximo está marcado para o dia 27 de janeiro. Segundo a 1ª Vara Criminal, unidade competente pelos júris, os atos obedecerão às orientações sanitárias por conta da Covid-19.

Na nova rotina, os envolvidos na realização do júri utilizam máscaras, higienizam as mãos com álcool em gel, têm a temperatura corporal aferida e respeitam o distanciamento social, conforme todos os protocolos e cuidados recomendamos pela Diretoria de Saúde do Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC).

O primeiro júri do ano, marcado para as 9h desta quinta, envolve um caso de tentativa de homicídio qualificado – feminicídio e uso de recurso de dificultou a defesa da vítima. Segundo denúncia do Ministério Público (MP), o crime ocorreu em janeiro de 2019, em uma via pública de Blumenau, após uma suposta discussão entre o casal. O agressor teria jogado a vítima ao chão, segurado firme a sua cabeça, e a batido contra o chão diversas vezes, ocasião na qual também desferiu socos – agressões essas que continuaram mesmo após a vítima já estar desacordada.

O segundo júri de 2021 está previsto para o dia 27 de janeiro, também às 9h. O acusado sentará no banco dos réus para ser julgado pela morte de outro , em crime ocorrido na Rodoviária de Blumenau, no ano de 2018. Consta nos autos que após discutir e trocar ofensas, o agressor teria deixado o local e, logo após, retornado com uma faca escondida em sua vestimenta. Ao encontrar o desafeto, o acusado teria desferido diversos golpes de faca contra a vítima, que morreu em consequência dos ferimentos causados, segundo denúncia do MP.

Retomada dos atendimentos no Fórum Central de Blumenau

O juiz Lenoar Bendini Madalena, diretor em exercício do Fórum Central da comarca de Blumenau e titular da 1ª Vara Criminal, destaca que assim como no ano passado, o atendimento remoto, por telefones e e-mails seguirá como regra geral durante a retomada das atividades forenses em 2021. Somente pessoas com atos presenciais agendados terão acesso às unidades.

A medida é necessária à preservação da integridade física e da saúde de todos em meio à pandemia de Covid-19. O atendimento e os atos jurisdicionais presenciais serão reservados aos casos estritamente necessários, quando for inviável a realização pela via remota ou virtual, e continuarão a seguir estritamente o protocolo de segurança do Poder Judiciário Catarinense.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.