A notícia além do olhar técnico!

Com Duda Lisboa, Paulo André e medalhistas olímpicos, COB anuncia os embaixadores dos Jogos Escolares

Por cob.org.br

ESPORTES – Uma verdadeira seleção de craques vai integrar a equipe de embaixadores dos Jogos Escolares da Juventude Blumenau 2019. Com onze atletas, cinco a mais que a edição de Natal 2018, a lista contempla um campeão olímpico, medalhistas em campeonatos mundiais, em Jogos Pan-americanos e em Jogos Olímpicos da Juventude. São eles: Duda Lisboa (vôlei de praia), Paulo André (atletismo), Natália Gaudio (ginástica rítmica), Francisco Barretto (ginástica artística), Jaqueline Lima (badminton), Kamila Barbosa (wrestling), Gustavo Endres (vôlei), Carlos Honorato (judô), Bruno Souza (handebol), Murilo Fischer (ciclismo) e Mariany Nonaka (tênis de mesa).

O objetivo do Comitê Olímpico do Brasil (COB) com essa ação é inspirar os cerca de 6.000 jovens, de 12 a 17 anos, que vão participar do evento, permitindo a troca de experiências com seus ídolos.

“Estamos trazendo atletas que são referências em suas modalidades, que construíram belas trajetórias no esporte. Então, nada melhor do que tê-los conosco em Blumenau, motivando e inspirando os jovens a darem prosseguimento a suas carreiras”, explicou Kenji Saito, gerente executivo de desenvolvimento do COB.

Alguns dos embaixadores de 2019, como Duda Lisboa, Paulo André e Jaqueline Lima, participaram dos Jogos Escolares recentemente. Duda se despediu do evento há quatro anos, representando o Sergipe no vôlei de quadra e de praia, mesmo ano em que Paulo André ganhou o Prêmio Brasil Olímpico como melhor atleta escolar. Feito que seria repetido por Jaqueline em 2018, após conquistar três medalhas em Natal.

+ SAIBA MAIS: voluntários com experiência olímpica ajudam na organização dos Jogos Escolares em Blumenau

Professores embaixadores

Foto: COB

Além dos onze atletas, três influenciadores digitais atuarão como embaixadores do evento, reeditando a ação que fez muito sucesso em Natal 2018. Os professores Carol Mendonça (português), Rodrigo Sacramento (matemática) e Silvio Predis (química) terão a missão de entreter e transmitir conhecimentos aos jovens de forma lúdica, propondo brincadeiras e desafios.

“Os Jogos Escolares vão muito além das competições esportivas e, nesse sentido, a formação do nosso atleta é fundamental. Queremos estimular os jovens a ampliarem seu conhecimento, de um jeito leve e prazeroso, de modo que eles se desenvolvam em duas frentes: no esporte e na escola”, disse Kenji.

Carol Mendonça é professora de língua portuguesa há nove anos, especializada na área de preparação para concursos. Fundou o projeto de ensino online “Português Para Desesperados”, que conta atualmente com cerca de 500 mil seguidores nas redes sociais. Já Rodrigo Sacramento é graduado em licenciatura matemática na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), dando aulas em colégios e pré-vestibulares mais bem ranqueados no Enem.

Ambos estiveram na última edição dos Jogos Escolares e agora têm a companhia de Silvio Predis, graduado em química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), idealizador da plataforma digital “Química Nota Dez”. Com linguagem lúdica, descontraída e eficaz, Silvio ministra palestras e aulões temáticos por todo o país.

+ REDES SOCIAIS: siga a página dos Jogos Escolares no Instagram e saiba tudo que acontece na maior competição estudantil do país

Perfis dos embaixadores

Confira um pequeno currículo dos atletas que atuarão como embaixadores dos Jogos Escolares:

Duda Lisboa (vôlei de praia) – Campeã do Circuito Mundial (2018) e medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude Nanquim 2014

Francisco Barretto (ginástica artística) – Ouro nos Jogos Pan-americanos Lima 2019 (cavalo com alças, barra fixa e equipe)

Jaqueline Lima (badminton) – Bronze nos Jogos Pan-americanos Lima 2019 e bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018
Kamila Barbosa (wrestling) – Ouro nos Jogos Mundiais de Praia Doha 2019

Natália Gaudio (ginástica rítmica) – bronze nos Jogos Pan-americanos Lima 2019 e ouro nos Jogos Sul-americanos Cochabamba 2018 (individual geral, arco, maça e fita)
Paulo André (atletismo) – Campeão Mundial de Revezamentos Yokohama 2019 e ouro nos Jogos Pan-americanos Lima 2019 (ambos no 4x100m)

Bruno Souza (handebol) – Ouro nos Jogos Pan-americanos Winnipeg 1999 e Rio 2007

Carlos Honorato (judô) – Prata nos Jogos Olímpicos Sydney 2000 e bronze no Mundial de Osaka 2003

Gustavo Endres (vôlei) – ouro nos Jogos Olímpicos Atenas 2004 e prata nos Jogos Olímpicos Pequim 2008

Murilo Fischer (ciclismo) – campeão da Volta de Piemonte (Itália) e cinco participações em Jogos Olímpicos (Sydney 2000 a Rio 2016)
Mariany Nonaka (tênis de mesa) – participações nos Jogos Olímpicos Atenas 2004 e Pequim 2008

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), com patrocínio da Coca-Cola, parceria da Ajinomoto e do Grupo Globo, e apoio da Prefeitura Municipal de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina/Fesporte.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.