Com a expansão de 25 km de ciclovia, Blumenau projeta alcançar 138 km de extensão até 2022

Projetos elaborados pela Seplan têm oferecido à população pistas destinadas aos ciclistas, criando conexões entre os bairros.

A Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria de Planejamento Urbano (Seplan), tem trabalhado para a melhoria do sistema viário e harmonia entre os modais. Além dos projetos de mobilidade urbana, que resultam nas obras estruturantes que podemos visualizar de Norte a Sul e Leste a Oeste, o município tem avançado bastante nos últimos anos na extensão da malha cicloviária.

Em 2015, segundo dados do Plano de Mobilidade Urbana do Município de Blumenau, a cidade contabilizava cerca de 78,92 quilômetros de faixa destinada aos ciclistas. Ao final de 2020, o município alcançou a marca de 113 km, que se ampliará em 2022 para 138 km, após a conclusão de todas as obras que seguem em andamento. São aproximadamente 25 km a mais de extensão do que existe hoje na cidade, ampliando a conexão entre os bairros.

“Nosso objetivo é seguir melhorando a cidade sem esquecer que cuidar das pessoas deve ser sempre nossa maior missão. Estamos projetando uma Blumenau para as pessoas, onde o pedestre, o ciclista e o usuário do transporte coletivo sejam tão bem atendidos quanto quem trafega no conforto de seu veículo particular. Mais do que mobilidade urbana, buscamos incansavelmente a segurança e mais qualidade de vida para todos os blumenauenses, independente do meio que escolhem para se locomover”, salienta o prefeito Mário Hildebrandt.

Além das obras no Corredor Sul e do pacote viabilizado pelo PAC, a Diretoria de Mobilidade Urbana (DMU) fez uma revisão das obras do pacote de revitalização, referente aos principais corredores de serviço da cidade, conseguindo assim, contemplar outras vias com ciclovia.

Entre estas ruas que passarão a dispor de faixa aos ciclistas estão a Rua João Pessoa, que ganhará 2,3 km, a Rua Marechal Deodoro, que passará a ter 413 metros de ciclofaixa e a Rua Gustavo Salinger, que ganhará 750m. A Rua Júlio Michel também foi contemplada com 613m de pista para bicicletas.

Das obras em andamento podemos mencionar o Corredor Sul, que será atendido com ciclovia na Rua Amazonas, em trecho da Rua Hermann Huscher e na Rua Soldado Moacir Pinheiro, ligando as duas principais vias do Distrito do Garcia, passando pela Ponte do Mirelo.

Na região Norte, as ruas Frederico Jensen, Gustavo Zimmermann, Ari Barroso e Profº Jacob Ineichen já tiveram ordem de servido assinadas e em breve estarão à disposição da comunidade. Outras vias que também pertencem ao pacote do PAC e que ganharão faixa para ciclistas são as ruas Eng. Udo Deeke, Bahia, Missões e 2 de Setembro. Obras que irão ampliar em mais 10,5 km a malha cicloviária do município.

“Estamos focados em construir uma cidade estruturada, sustentável e inclusiva. Nosso planejamento é contemplar os vários modais de transporte, favorecendo a harmonia entre pedestres, ciclistas, veículos e transporte coletivo, privilegiando a maior qualidade de vida para a nossa população”, Éder Boron.

Assessor de Comunicação: Fernando Gonzaga

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.