A notícia além do olhar técnico!

Ciclovia da Alegria propõe corrente solidária para doar bicicletas a crianças carentes

Além de arrecadar e reformar bikes usadas para doação, projeto prevê uma campanha de conscientização sobre segurança no trânsito

BLUMENAU – A boa ação de um síndico de Florianópolis, que decidiu consertar bicicletas abandonadas em seu condomínio para doar a crianças carentes, foi o ponto de partida para um projeto maior que agora será realizado em Blumenau. Idealizado pela Inspiracom Marketing e Comunicação, com apoio do Rotary Club Blumenau Victor Konder e do 10º Batalhão de Polícia Militar de Blumenau, o projeto batizado de Ciclovia da Alegria pretende mobilizar condomínios, entidades, empresas e a população em geral para arrecadar, reformar e doar bicicletas usadas a famílias em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa abrange ainda ações como campanha de conscientização sobre segurança no trânsito, passeio ciclístico e distribuição de cartilhas educativas.

Doação de bicicletas reformadas pelo síndico Volnei Farias Medeiros para uma família de Porto Belo na Páscoa deste ano
Crédito: Projeto Ciclovia da Alegria/Divulgação

Em 2016, o síndico profissional Volnei Farias Medeiros percebeu que muitas bicicletas eram esquecidas ou abandonadas por inquilinos que iam embora do condomínio em que mora em Florianópolis e onde também atua como subsíndico há seis anos. “A princípio, colocava as bicicletas em frente ao condomínio para alguém recolher. Até que lembrei de como a bicicleta teve importância na minha vida quando era mais jovem e como muitas crianças têm o sonho de ter uma, mas não têm condições financeiras”, conta.

Com a ajuda dos condôminos, Medeiros deu início a esta ação solidária que acabou se tornando um hobby. “Passei a coletar e consertar as bicicletas com o intuito de doá-las para comunidades carentes. No primeiro ano, em 2018, foram duas, no segundo aumentou para quatro e neste ano já foram 13 bicicletas destinadas à doação”, comemora. A iniciativa foi apresentada durante o Workshop Síndicos Planning, em novembro de 2019, e chamou a atenção de Karina Kino Pardal e Luis Pardal, organizadores do evento e diretores da Inspiracom Marketing e Comunicação.

Sensibilizado com a iniciativa, o casal decidiu se engajar nesta ação social com a missão de reestruturar um projeto semelhante para a cidade de Blumenau, com a ampliação da quantidade de bicicletas reformadas e também envolvendo um trabalho de educação no trânsito. “Iniciativas como a do Volnei precisam ser replicadas. Decidimos abraçar esta ideia e desenvolvemos um projeto que vai beneficiar um número maior de crianças, além de ajudar a conscientizá-las sobre a importância das boas práticas no trânsito”, afirma Pardal.

Engajamento

O objetivo é criar uma corrente de engajamento entre síndicos e condôminos para que as bicicletas paradas ganhem vida através do projeto Ciclovia da Alegria, realizando em paralelo uma campanha de conscientização sobre as regras de trânsito e segurança. “A ação social já começou dentro dos condomínios com a coleta de bicicletas e, em breve, ganhará uma amplitude maior com a promoção de palestras e eventos focados na segurança e educação no trânsito para ciclistas e motoristas”, pontua Pardal, que também é diretor de Imagem Pública e Protocolo do Rotary Club Blumenau Victor Konder.

O Rotary e o 10º Batalhão da Polícia Militar de Blumenau já se engajaram ao projeto social. Segundo o diretor da Comissão de Projetos Humanitários do Rotary, Waldemar Hasse, a associação tem um histórico de envolvimento com ações sociais junto a comunidades vulneráveis, por isso foi natural a adesão ao projeto. “Estamos dispostos a ajudar a dar uma dimensão maior para a Ciclovia da Alegria. Para isso, pretendemos atrair mais apoiadores e parceiros que poderão colaborar tanto na arrecadação, quanto na reforma das bicicletas”, destaca.

Relações públicas do 10º BPM de Blumenau, o Tenente Nícolas Vasconcelos Marques destaca que a PM valoriza e apoia ações sociais e voltadas para a educação no trânsito. “A PM reconhece a importância desse olhar para comunidades mais vulneráveis e de proporcionar este acolhimento, que dá mais perspectivas de futuro para a criança e contribui para a formação do seu caráter. No projeto, nosso papel será o de contribuir com a organização de ações sobre trânsito seguro, além de dar apoio na logística e na realização de eventos”, comenta.

Eventos

Com a coordenação da “Bike Patrulha” do 10º BPM, e de grupos de ciclistas da cidade, será organizado um passeio ciclístico para conscientizar a comunidade sobre as regras de trânsito aplicadas ao uso da bicicleta. “A campanha tem o objetivo de divulgar e orientar a população, principalmente crianças e adolescentes, sobre as regras do uso das ciclovias e ciclofaixas, os riscos enfrentados pelos ciclistas, formas de se evitar acidentes e ainda sensibilizar os motoristas sobre a importância do respeito mútuo”, enfatiza o Tenente Marques.

O evento será promovido no pátio do 10º BPM, em Blumenau, com a realização do circuito educativo “Transitolândia” e a distribuição de cartilhas sobre educação no trânsito. As ações estão programadas para o Domingo de Ramos, no dia 28 de março de 2021, caso os eventos estejam liberados em razão da pandemia. Além das bicicletas, serão arrecadadas cestas básicas com as inscrições do passeio ciclístico. Já a doação das bicicletas está prevista para ser realizada em duas etapas: Natal de 2020 e Páscoa de 2021.

COMO PARTICIPAR

Interessados em participar com a doação de bicicletas usadas ou como apoiadores do projeto Ciclovia da Alegria podem entrar em contato com Luis Pardal, presidente da Comissão de Imagem Pública do Rotary Club Blumenau Victor Konder, pelo fone (47) 99230-4034 ou e-mail [email protected]; ou com Waldemar Hasse, presidente da Comissão de Projetos Humanitários, pelo fone (47)98801-8021 ou e-mail [email protected].

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.