Centros de Atendimento à Covid de Indaial registram mais de 500 atendimentos em janeiro

Por Judson Lima

INDAIAL – Do dia 1º ao dia 11 de janeiro, a Secretaria de Saúde de Indaial registrou até a data de ontem 715 atendimentos nos Centros de Triagem à COVID-19. No Centro ao lado do Sais, foram registrados 563, e no Centro localizado na Unidade Marcia Maria Andreatta, no bairro dos Estados, COHAB, foram registrados 152. As ações de prevenção continuam, principalmente a conscientização para a comunidade.

Para o Secretário de Saúde Paulo R. Moschetta, a comunidade precisa continuar atenta e fazendo a sua parte na prevenção ao Coronavírus. “A pandemia ainda é uma realidade, viramos o ano, finalizamos muitas pendências do passado, porém a COVID-19 ainda é um assunto não resolvido de 2020. Segundo a atual matriz de risco voltamos ao Nível Gravíssimo e um dos bons aprendizados que tivemos em 2020 é que a prevenção ainda é o melhor remédio.

Estudos demonstram que a contaminação nos locais de trabalho foi drasticamente minimizada por conta da atenção dada aos protocolos de higiene observados pelas empresas e funcionários, porém ainda estão ocorrendo festas privadas com alto número de pessoas sem os devidos cuidados e consciência coletiva descumprindo as regras estabelecidas. A população definitivamente precisa tomar consciência de seus atos, os aumentos registrados neste mês de janeiro são reflexo das festas de final de ano. Orientamos ainda que em caso de sintomas, procurem os Centros de Triagem para uma consulta. Estamos com dois locais à disposição para tirar dúvidas, fazer consultas e exames”.

O Centro ao lado do Sais costuma ser mais procurado, por isso as pessoas podem se dirigir a Unidade Marcia Maria Andreatta, no bairro dos Estados, COHAB, no endereço Rua: João Batista Deretti, nº 226 – Fone:(47) 3394-1605.
O uso da máscara, a higienização com álcool ao acessar estabelecimentos ou compartilhamento de materiais, a lavagem das mãos com sabão a cada 2 horas e o distanciamento são essenciais para evitar a contaminação. Evitar locais com aglomerações também é importante. Sabemos que o “ficar em casa” vai cansando, use a consciência e pense na segurança de sua família ao optar por locais públicos. “Cada pessoa pode responder de maneira diferente ao Coronavírus, independentemente da idade, por isso a necessidade desse cuidado. A vida continua, mas com prevenção ela continua saudável e produtiva”, disse Paulo.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.