Celesc e Polícia Civil combatem furto de energia elétrica na região de Blumenau

(Fonte:PortalAlexandreJosé/Foto:PC)

BLUMENAU –Celesc tem um prejuízo milionário com o furto de energia elétrica. A quantidade de processos abertos na regional de Blumenau indica que o rombo pode chegar aos R$ 40 milhões de reais. Para combater esse tipo de crime, a estatal conta com o apoio da Polícia Civil para fazer operações de fiscalização e responsabilizar os envolvidos.

A ação mais recente foi na última quinta-feira (20), quando agentes fizeram um flagrante de adulteração de medidor em uma quadra esportiva, localizada na Rua Alex Borchardt, no bairro Itoupava Central. Foi a terceira ocorrência no mesmo estabelecimento. O responsável não estava, mas vai responder a um inquérito policial. O equipamento foi recolhido e irá passar por uma perícia.

De acordo com o chefe da agência regional da Celesc em Blumenau, João Marcos Ribeiro, desde 2016, foram abertos 1.000 processos administrativos em andamento contra pessoas que tentavam ocultar o verdadeiro consumo de energia elétrica na cidade. Em valores, seria o equivalente a R$ 22 milhões. Se não houver acordo, os processos serão encaminhados à esfera judicial.

Além disso, outros 3.000 casos de suspeita de furto estão em análise. Ao total, o prejuízo chega à casa dos R$ 40 milhões. “No final das contas, esse valor é revertido na tarifa de energia. E a tarifa de energia quem paga somos todos nós”, afirma Ribeiro. Para fazer uma denúncia, não é preciso se identificar. O telefone da Celesc é o 0800 48 3232.

Foto: Divulgação / Polícia Civil
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here