A notícia além do olhar técnico!

Catarinense garante recursos e vai ao Mundial de Muay Thai

ESPORTES – Nada como o tempo e a força de vontade para transformar um sonho em realidade. Muitos acabam desistindo de um o objetivo inicial e ficam pelo caminho, enquanto outros perseguem e lutam diariamente para alcançar determinada façanha. E é justamente esse momento de realização que um catarinense vem passando no esporte.

Depois de sete anos de muita dedicação ao Mua Thai, intercaladas com algumas lamentações por ficar de fora de grandes eventos internacionais pela falta de recursos financeiros, Leandro da Veiga vai, enfim, realizar o sonho de disputar o Campeonato Mundial da modalidade, que acontece entre os dias 11 e 19 de março, em Bangkok, na Tailândia.

Aos 23 anos, o atleta e instrutor da Academia Show Thai garantiu vaga para o principal torneio da arte marcial após ser campeão brasileiro, na categoria até 67 kg, no fim do ano passado, em Piçarras, e consequentemente sendo convocado pela Confederação Brasileira de Mua Thai (CBMT). Porém, nem mesmo a boa performance nos ringues garantiam o seu lugar na competição.

Sem nenhum auxilio da CBMT nas despesas, o lutador já foi obrigado a se ausentar das últimas duas edições do Mundial e outros campeonatos importantes, como o Pan-Americano do México de 2017. Mas desta vez, o jaraguaense não desperdiçou mais uma oportunidade. Promoveu pedágio, rifas e organizou até uma feijoada, que o assegurou a compra das passagens, no valor de 4,5 mil. “O mais complicado realmente é conseguir verba. Ainda não tive patrocínio, mas estas ações contribuem para minha ida e consegui comprar as passagens de forma financiada. Felizmente vou conseguir realizar o sonho de participar do Mundial”, declarou.

E se engana quem acha que Leandro irá a capital tailandesa apenas para participar. Desde que iniciou sua caminhada nas lutas através do taekwondo, aos 17 anos, ele mostrou uma evolução notória, se inseriu no Muay Thai pouco tempo depois e passou a se destacar na modalidade, tanto que soma seis cinturões neste período, tendo como principais dois do Campeonato Catarinense e um Brasileiro. Por este farto currículo, somado a preparação intensa de quatro horas de treinos diários, entre físico e técnico, o representante de Santa Catarina quer voltar ao Brasil com o título na bagagem.

“Estou em busca do meu sonho desde a primeira vez que me classifiquei e me preparei intensamente para esse momento. Me julgo muito bem preparado para representar a seleção brasileira e nosso Estado. Sou campeão catarinense e brasileiro, e esse Mundial é o único que falta na minha carreira dentro do Mua Thai. Tenho muita fé que vou alcançar esse objetivo”, destacou o lutador, que embarca no dia 8 de março e retorna no dia 23, juntamente com outros seis brasileiros.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.