A notícia além do olhar técnico!

Beiço é assassinado e jogado no rio Peroba

6

SEGURANÇA – O corpo de um homem assassinado foi encontrado pertinho da ponte do rio Peroba, no trecho da rua Biguaçu, no bairro dos Municípios, em Balneário Camboriú, na noite de domingo. O cadáver foi visto boiando por volta das 20h por um pescador, que chamou a polícia Militar. Os bombeiros militares também foram chamados pra fazer a retirada do corpo.

A vítima foi identificada como André dos Santos, o “Beiço”, de 38 anos. Ele teria sido morto a pauladas e a golpes de faca. O corpo apresentava marcas de violência, com um corte profundo na testa e outro talho na cabeça. Beiço era usuário de drogas e estaria com dívidas com traficantes. O crime pode estar relacionado a um acerto de contas.

O cara era morador do loteamento Jardim Denise, no bairro Nova Esperança, em Balneário. O corpo dele foi recolhido pelo instituto Médico Legal (IML) e foi liberado ontem.

Esse foi o segundo caso de assassinato registrado em Balneário. Na sexta-feira, a vítima foi o comerciante Mauro Jorge Zan, de 64 anos, morto com dois tiros durante um assalto na lanchonete que tocava às margens da BR-101, na Várzea do Ranchinho. O caso tá sendo investigado como latrocínio (roubo seguido de morte). Em 2021, outro cadáver já tinha sido encontrado no rio Peroba, segundo noticiou o DIARIa época.

IML identifica andarilho e busca familiares

O IML de Balneário Camboriú busca familiares ou conhecidos do andarilho encontrado morto no rio Iriri, em Penha, no último sábado. O homem, identificado como Davi Gilberto Schwantes, de 39 anos, conhecido como “Barba”, foi vítima de afogamento, segundo o IML. O corpo apareceu boiando perto da ponte da avenida Nereu Ramos e foi retirado pelos bombeiros.

Barba perambulava por Penha, mas chegou a viver algum tempo em Balneário. Natural de Lages, Davi chegou a ser preso pela polícia em 2016, na casa de passagem em Balneário. Na ocasião, ele era procurado por roubo e furto, e já acumulava outras passagens criminais.

Ele teria familiares em Lages, mas ninguém ainda entrou em contato pra fazer o reconhecimento. Quem conhecer o homem ou tiver informações de parentes, pode ligar para o IML, no telefone (47) 3264-6882.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.