Banner Rodeio Saúde
Banner educação Rodeio
PlayPause
previous arrow
next arrow

Arquivada denúncia de irregularidades na Fundação Indaialense de Cultura pelo pleno do TCE

Por Judson Lima

gulamania
Banner educação Rodeio
PlayPause
previous arrow
next arrow

INDAIAL – O Pleno do Tribunal de Contas de Santa Catarina determinou arquivamento da representação acerca de supostas irregularidades referentes às obras de reforma e ampliação do auditório da Fundação Indaialense de Cultura, o relator do processo foi o conselheiro José Nei Alberton Ascari.

A denúncia foi feita em 2020 pelos vereadores Caroline Laís Bertoldi (PP), Osvaldo Metzner (MDB), Fábio Fritz (MDB), Sedenir Caetano (MDB) e Diego
Pandini (PP), eles relataram supostas irregularidades na execução das obras de reforma e ampliação do auditório da Fundação Indaialense de Cultura, decorrente do Contrato n. 17/2020, firmado entre a Fundação Indaialense de Cultura Prefeito Victor Petters e a empresa Construtora E.M.C. Ltda., o TCE reconheceu a representação, mas dentro da instrução normativa, no mérito, o pleno decidiu considerá-la improcedente na sessão de julgamento,  determinando seu arquivamento.

O resultado da sessão ordinária virtual foi publicada em 28 de maio, sendo presidida pelo presidente do TCE Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, e Conselheiros Herneus De Nadal, José Nei Alberton Ascari, Wilson Rogério Wan-Dall, Luiz Roberto Herbst, Cesar Filomeno Fontes e Luiz Eduardo Cherem.

A sessão teve ainda presença da Representante do Ministério Público de Contas/SC: Cibelly Farias e Gerson dos Santos Sicca, Cleber Muniz Gavi e Sabrina Nunes Iocken , que foram Conselheiros-Substitutos presentes.

TCE /Divulgação

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.