A notícia além do olhar técnico!

Após denúncia de Pandini, Ministério Público de Indaial abriu Inquérito Civil contra Prefeitura.

138

INDAIAL – Uma denúncia feita pelo Vereador Diego Pandini (PP) que crianças moradoras da Rua Tifa Pausch no Bairro Encano, não conseguem ir à escola pela ausência de transporte escolar motivou o Ministério Público de Indaial através do promotor Guilherme Schmitt abrir Inquérito Civil para apurar o caso.

Em seu despacho o promotor Guilherme Schmitt discorreu que “a gravidade dos fatos, bem como a necessidade de se tomar pleno conhecimento da dimensão de sua extensão para a adoção das medidas necessárias à solução da problemática”.

No procedimento aberto no mês de julho na 1ª Promotoria de Justiça delimitou que “a Secretaria de Educação de Indaial, por intermédio do Ofício n. 058/SED, informou que seria implantada uma linha de ônibus na localidade, a qual estaria em operação no mês de maio, mas segundo o Representante Diego Pandini o problema ainda não foi solucionado”.

O prefeito André Moser (PSDB) foi notificado pelo Ministério Público no dia 11 de julho para tomar providências sobre o caso.

No mês de agosto, segundo consta na movimentação do Inquérito Civil que tem como objetivo apurar eventual violação de direitos de crianças moradoras da Rua Tifa Pausch, Bairro Encano, as quais não conseguem ir à escola pela ausência de transporte escolar,é citado reunião com o Secretário de Educação para esclarecimentos sobre a situação noticiada nos autos.

Judson Lima

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.