Banner Rodeio Saúde
Banner educação Rodeio
PlayPause
previous arrow
next arrow

Apontado como assassino de namorada fica em silêncio durante interrogatório

Por Judson Lima

gulamania
Banner educação Rodeio
PlayPause
previous arrow
next arrow

ITAJAÍ – Está preso Leonardo Trainotti de 28 anos , apontado como autor do feminicídio de Indira Mihara Felski Krieger, 35 anos, ela era servidora do Poder Judiciário, lotada no fórum da Comarca de Itajaí. Indira  que é natural de Rio do Sul, foi encontrada morta em seu apartamento na noite de sábado (08), no bairro Fazenda, em Itajaí.

O laudo pericial preliminar indica que a morte foi por asfixia. A partir do momento em que a vítima foi encontrada por familiares já sem vida em sua residência, a Polícia Civil iniciou as diligências visando a localização e captura do suspeito, bem como do veículo e da motocicleta, ambos da vítima, que foram subtraídos.

O veículo da vítima foi localizado no início da tarde de domingo (09), em um motel em Balneário Camboriú, sendo que o telefone celular dela, igualmente subtraído, foi encontrado em um outro motel em Itajaí.

Leonardo Trainotti teve sua prisão decretada a pedido da Polícia Civil e se apresentou na madrugada desta segunda-feira (10), na Central de Plantão Policial de Balneário Camboriú. O homem já possuía histórico de violência doméstica e possui passagem pelo sistema prisional. Ele foi interrogado na tarde desta segunda-feira e se reservou ao direito de permanecer em silêncio.

Os trabalhos investigativos foram coordenados pelas Divisões de Investigação Criminal (DICs/PCSC) de Itajaí e Balneário Camboriú, juntamente com a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE/PCSC), com o apoio do Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional do Tribunal de Justiça.

Leonardo Trainotti foi apresentado ao juízo da 2ª Vara Criminal da comarca de Itajaí. A audiência, que ocorreu de forma remota, verificou apenas se houve alguma espécie de violência ou maus-tratos durante o cumprimento do mandado de prisão.

O namorado da vítima teve a prisão temporária decretada pelo juízo de plantão da comarca de Itajaí e foi preso na madrugada de segunda-feira ao se apresentar, na companhia de uma advogada, na Central de Plantão Policial de Balneário Camboriú. Ele, que está preso no Presídio de Itajaí, é o principal suspeito da morte de Indira Mihara Felski Krieger,  técnica judiciária, lotada no fórum de Itajaí, encontrada morta na noite de sábado (8/1) no apartamento onde morava no bairro Fazenda. O processo tramita sob sigilo.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.