Ação Civil aponta improbidade administrativa contra ex-prefeito Serginho

INDAIAL – O juiz de direito Frederico Andrade Siegel da 2ª Vara Civil de Indaial solicitou manifestação da defesa do ex-prefeito Sergio Almir dos Santos, o Serginho (MDB) e dos demais citados em uma Ação Civil que o Ministério Público aponta improbidade administrativa durante supostas irregularidades em um processo licitatório no ano de 2015.

A licitação objetivava na época a contratação de empresa para prestar serviços continuados de manutenção preventiva e corretiva em caminhões, máquinas agrícolas e de construção e utilitários leves com motores a diesel da frota da Prefeitura Municipal de Indaial.

Na arguição o Ministério Público requereu “ressarcimento integral do dano, perda de bens e valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, perda da função pública (para os agentes públicos envolvidos), suspensão dos direitos políticos, pagamento de multa civil e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais”, atribuindo à presente causa o valor de R$ 1.050.000,00 (um milhão e cinquenta mil reais)”.

Serginho diz que não foi notificado

Em contato com a reportagem, o ex-prefeito Serginho disse que o Ministério Público faz sua parte em apurar denuncias, isso ocorre em qualquer esfera da administração.

“Ainda não recebi notificação sobre o andamento dessa fase junto à justiça, quando houver o recebimento da notificação poderei mi pronunciar oficialmente sobre os apontamentos feitos” comentou Serginho.

Judson Lima

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.