banner blumenau julho
banner rodeio juh
PlayPause
previous arrow
next arrow

Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva, foi tema na Tribuna da Câmara de Timbó

Por Judson Lima

BANNER CAMARA DE TIMBO JULHO
banner chutze
banner Gula Mania
PlayPause
previous arrow
next arrow

TIMBÓ – O Plano Nacional de Educação prevê, em sua Meta 4, o objetivo de universalizar para a população de 4 a 17 anos, portadora de deficiência, o acesso à educação inclusiva. A medida, garante direitos e promove a aprendizagem, estimulando a autonomia e a independência das pessoas com deficiência em todas as fases da vida.

A fim de expor sobre o assunto a Câmara de Vereadores de Timbó, solicitou o comparecimento dos Secretário de Educação Alfroh Postai e o Professor e Doutor em Educação Juliano Bona, para explanar sobre educação especial na perspectiva da educação inclusiva.

O Secretário Alfroh, iniciou sua fala agradecendo ao Prefeito Jorge Krüger – que estava presente na Sessão -, mencionando que em 2017 juntamente com a equipe da secretaria de educação iniciaram o projeto de uma política de educação especial para o município, “que nós pudéssemos estar proporcionando à essas crianças, uma condição melhor para que elas pudessem estar se desenvolvendo com maior autonomia possível”, disse o secretário.

O Doutor em Educação Juliano Bona, iniciou citando a autora Djamila Ribeiro a qual em seu livro Lugar de Fala retrata, de que forma podemos nos colocar no lugar do outro, sem fazer parte da realidade do outro.

A Política Municipal de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva tem como objetivo, assegurar a inclusão escolar de alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, orientando os sistemas de ensino, proporcionando ferramentas estratégias e recursos educativos necessários para o pleno desenvolvimento dos alunos (públicos alvo), desta modalidade de ensino e a superação das barreiras de ensino e aprendizado.

Em Timbó segundo a Secretaria de Educação, existem 132 alunos com diagnóstico médico e caracterizados como público-alvo da educação especial. Alguns deles com mais de um diagnóstico ou comorbidade.

 

Fonte: Comunicação Social da Câmara de Timbó

você pode gostar também
banner ascurra
banner chutze
PlayPause
previous arrow
next arrow
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.